Sobre mim/ para mim cheio de amor!

image1Por Isabelly Nunes

Toda pessoa tem aquele lado obscuro, no qual decide por evoluir ou não. Eu me incluo na parcela que decidiu por evoluir e tornar a vida e a convivência com pessoas mais amena e pacífica. Livre de concepções egoístas e altruístas em excesso.

Nos meus piores momentos, fui chamada de mimada, egocêntrica e individualista.

Eu sabia que o mundo não era só meu, mas sabia que poderia ter o pedaço de Terra que eu fizesse por merecer ter, desde que eu continuasse sendo a menina dos olhos de Deus. Focada, determinada, grata e resiliente. Busquei passar por tudo e todos com sorriso no rosto e humildade. Deixei muita gente pisar, sucatear, apunhalar e gozar dos meus sonhos, sem em nenhum momento me sentir vitimizada.

Fui forjada, e aprendi a valorizar o sim e a me orgulhar do não. Desapeguei de hábitos e pessoas que mergulhavam comigo num mar de lama. Não cheguei aonde quero chegar. Não fiz metade das coisas que quero fazer. Se Deus me disser não, serei grata, mas tenho certeza que estou aqui para viver o melhor desta Terra. Não irei mostrar pra quem me destruiu onde eu vou ser capaz de chegar, afinal não estou em uma competição, mas o que quero que todos vejam é que sou forte! E mesmo torta, não quebro. E mesmo sendo pétala, sou metade espinho, porque a dor e o amor, fizeram de mim um ser de bondade, mas nunca de meias verdades e mediocridade. Namaskar

 

Junipampa