#equipelab Arquivos

Relato de um dia meramente comum

No verde do gramado, entre pequenos dentes-de-leão, um papel azul no qual está escrito a palavra

Dia e noite de música, de poesia, de gincana e das estrelas

Isadora Paiva Espinosa Foto: Arquivo Planetário   O Planetário da Unipampa, uma das ações do Programa

O amor (sólido) em cartas de uma freira português x o amor líquido do séc. XXI

Stéfany Solari Maciel ¹ E-mail: Stefanysolari@gmail.com   Essa comunicação tem como objetivo, fazer uma reflexão sobre

Anarquismos, Pós-escolarização & Resistências: Conversações com Paulo Lisandro Amaral Marques

Entrevista a Lucas Rosa. Apresentação Falar da abolição da escola como um projeto ético, político e

“TU TEM” OU “TU TENS”: VARIAÇÃO DA CONCORDANCIA VERBAL NO PORTUGUÊS (BRASILEIRO) E NO ESPANHOL

Ana Paula F. Seixa   Neste exato momento, ao digitar “tu tem” o corretor da ferramenta

Uma Manhã de Sábado Qualquer

Autor: Mariana de Miranda Acordar em um sábado pela manhã não é do todo tão ruim assim.

Sonetos Arnaldo Faria parte 3

Os alunos da escola de turno integral Dr. Arnaldo Faria trabalharam o projeto ‘’Arnaldo Faria curtindo

Entre os mares de você

Autor: Stéfany Solari Maciel Acadêmica de letras- Português Eu amei, amei tanto que deixei me inundar com

A JANTA DE SARA: CORES, SABORES E TEMORES

Autor: Bárbara Alves Branco Machado Ela se dirigia sem pressa até a mesa de jantar. Era por

Sobre vida e suicídio. De: alguém que nunca esperou viver muito.

Autor: Jane Quando escrever esse texto me veio à cabeça, pensei em diversos títulos, muitos dos

Nós somos mais do que isso!

Autores:  Flávia Azambuja e Maria Augusta Tellechea O que te deixa constrangido? O que é constrangimento pra

DESPERTAR

Autor: Aline Fontoura De Leon Hoje acordei com dúvidas. Sentei na cama, as cobertas reviradas, o pijama

OS COMENTÁRIOS OPORTUNOS (OU NÃO) NO FACEBOOK

Autor: Carlos Juliani Lemos Vaz Hoje em dia, muitas pessoas se utilizam das redes sociais, seja para

Para onde vão as crônicas não escritas?

Autor: Michel Domenech     Como bom desmemoriado, minhas crônicas não escritas têm destino certo: escorrem pelo