Por Adriano de Souza   Esta é a derradeira coluna de 2020. Foi