Cultura Alimentar

Por Kelly Nguyen

 Todo mundo precisa de comida para sobreviver. Por isso, é muito interessante comparar as semelhanças e diferenças de alimentação nos EUA e no Brasil.  Aqui estão 8 coisas que notei até agora:

1.      A hora das refeições

A hora das refeições tem mais importância aqui e normalmente é passada com família e/ou amigos. No EUA, geralmente não tomo café da manhã porque não estou com fome pela manhã. Mas se o fizer, como flocos com açúcar mascavo ou ovos com bacon e torradas. No entanto, aqui, notei que o café da manhã é muito simples, como só café e umas frutas ou pão. Para o almoço, geralmente é comido ao mesmo tempo, meio-dia. Além disso, a hora de jantar é muito mais tarde no Brasil do que nos EUA. Eu normalmente janto por volta das 18:30h-19h, mas aqui alguns restaurantes para jantar não abrem até as 19h, então o jantar geralmente é mais tarde da noite às 20-21h.

2.      Hora do almoço

A maior mudança que tive que me acostumar foi durante a hora do almoço. A maioria das empresas e lojas fecham do meio-dia até as 14h. Aprendi que é por causa da influência espanhola do almoço e depois tem tempo de tirar uma soneca, mas nos EUA não é assim. Nos EUA há muitas pessoas que almoçam enquanto continuam trabalhando e não fazem um intervalo adequado, então eu realmente gosto de almoçar aqui porque é mais tranquilo.

3.      Água grátis

Nos EUA, os restaurantes não têm obrigação legal de servir água gratuita aos clientes. No entanto, a maioria dos restaurantes em todo o país estende a cortesia de água gratuita. Isso definitivamente toca em privilégio e acesso a água, então foi algo sobre o que estou consciente aqui.

4.      Gorjeta

Nos EUA é costume dar gorjeta nos restaurantes para os servidores. 15% é normal, mas 18%-20% da conta total é uma boa regra geral para gorjetas. E se você estiver com 6 ou mais pessoas, alguns restaurantes adicionam gorjetas automaticamente. As pessoas que trabalham no setor de restaurantes não ganham muito por hora. A média é de 7,50 USD por hora, então dependem muito de gorjetas para sua renda.

5.      Buffets por quilo

A maioria dos restaurantes que já fui no Brasil são buffets. Embora existam buffets nos EUA, não é muito comum. Mas há uma grande diferença entre buffets americanos e buffets brasileiros- os buffets brasileiros são normalmente “al quilo” e não “tudo o que você pode comer”, como nos EUA.

6.      Comanda

 As coisas que eu amei no Brasil são as comandas. É tão fácil ter sua própria conta e pagar separadamente. Nos EUA o servidor tem que dividir as porções das pessoas no final e as vezes demora mais e é muito confuso.

7.      Comida rápida e processada

Os EUA têm muitos lugares de fast food como McDonalds e Burger King. Há uma cultura de conveniência nos EUA que torna esses lugares mais populares. No entanto, isso cria hábitos insalubres e consumo de uma grande quantidade de alimentos processados. É refrescante vir a Bagé e ver apenas uma franquia do Subway aqui, porque sinto que a comida é mais fresca e saudável do que a comida dos EUA. 

 8. Churrasco!

Finalmente, como escrever sobre a cultura alimentar e não falar de churrasco. Eu amo que a maioria dos apartamentos e casas tem churrasqueiras para fazer churrasco. Como o churrasco é originário do sul, também estou aprendendo sobre tantas outras partes do animal e nomes de partes da vaca. Por exemplo, experimentei corações e fígado pela primeira vez aqui e gostei muito. 

Obviamente, existem muitas outras diferenças que não mencionei, mas essas são as principais que notei até agora. E pode depender de regiões do Brasil também. Então isso é baseado na minha experiência, principalmente em Bagé, RS.

Comentários
  1. https://Xn--srb4d-Nsa8i.lol
  2. LarrySearo

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Junipampa