A arte da dor ou a dor da arte?

Stéfany Solari

Definição do ser está sendo transcrita

chorar não adianta nada,

mas sorrir sempre ilumina o dia

chorar é bom, ainda mais quando tem um abraço

um mundo que acompanha e compartilha dessa tua dor

questionar a arte que vem da dor

da dor que ela vem

do mundo que vive a dor

que compartilha a essência do ser

Narrativas cruzam diversos caminhos

Histórias de amor, canções de  guerra

Guerras urbanas, guerras singelas, guerras internas

guerras que constituem a vontade de viver

pintamos ruas, sonhamos acordados

porque vivemos de vazios

sentimentos, amores, silêncios

Não julgo quem ainda se apaixona

coloca a cara para bater

o vento na cara, fazendo movimentos irregulares no cabelo

Muitas vontades, desejos, pecados carnais, segundo a igreja

Desculpe por eu chorar, virar noites em claro

estou triste, não consigo falar nem olhar você

fecho a  página de uma rede social qualquer

para não ver você, e eu sei que é meu caos particular,

mas prefiro sofrer agora, do que depois

se me faz sofrer quer dizer que não me faz bem,

Então prefiro seguir a liberdade

a liberdade que me faz sorrir…

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *